Inscreva-se em nossa newsletter!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

TEDx enche Belém de novidade

Intervenção urbana voluntária divulga o evento que pretende se espalhar pela cidade


Ao parar no sinal vermelho de algum semáforo em Belém e se deparar com um grupo de até 20 pessoas brincando de "estátua" no meio da rua, não se assuste, este é o flash mob em prol do TEDxVer-o-Peso, ciclo de palestras chamados de TEDtalks, que vai acontecer na cidade no dia 27 de agosto, com o intuito de disseminar Diferentes Jeitos de Viver, o tema deste ano. As intervenções nas esquinas da cidade divulgam o primeiro TEDx paraense, evento global que se propõe a espalhar boas ideias por aí. Só neste mês aconteceram 101 eventos, em mais de 36 países. Para a versão papaxibé os organizadores estão usando o flash mobcomo uma das ferramentas de divulgação, além das mídias sociais, para mostrar a força das ideias colaborativas.

"O flash mob é a mobilização das pessoas, que se reúnem, fazem ações coletivas, sem a busca de benefício próprio. Isso que está acontecendo com o TEDxVer-o-Peso é a mostra de que as pessoas que aprovam uma ideia se dispõe a ajudar, a fazer parte, sem que ganhem algo em troca com isso. Isso é o TEDx. Já começa transformador", diz o voluntário Vitor Hugo, planner da agência GotazKaen, uma das apoiadoras voluntárias do TEDxVer-o-Peso.

A ação também pretende divulgar as inscrições para quem quiser participar do evento paraense e assistir ao depoimento dos 15 palestrantes, entre eles fotógrafos, arqueólogos, músicos, artista, juristas, empresários. Para participar das palestras, basta inscrever pelo http://tedxveropeso.com.br uma boa ideia, projeto, conceito. Entre os inscritos, apenas cem pessoas serão selecionadas para assistir aos TEDtalks, que vão acontecer durante o dia inteiro no Sesc Boulevard, como a experiência e o trabalho do fotógrafo "por acaso", Adriano Gambarini, autor de fotos que já ilustraram reportagens em grandes revistas brasileiras e internacionais.

As inscrições estão abertas e vão até hoje, 4 de julho. O evento é gratuito. "O TEDx busca um público diverso, atores, designers, feirantes, comunidades, advogados, políticos, empresários. Qualquer pessoa que esteja aberta para o diálogo de ideias, diversidade", conta Priscilla Santos, organizadora do evento em Belém. Os participantes são selecionados pela curadoria, a partir das possíveis redes de relações em potencial geradas do encontro, entre participantes e palestrantes. Um dos exemplos dessas redes criadas por um TEDx é o próprio TEDxVer-o-Peso.

"O TEDxVer-o-peso surgiu do TEDx Amazônia, em novembro de 2010, exemplo de um dos maiores TEDx acontecidos ao redor do mundo. Este é o resultado do encontro de pessoas do Rio de janeiro, Minas Gerais, São Paulo que se conheceram lá. Aqui podem surgir outras redes, espalhando ideias pelos bairros, municípios, Estados." citou Priscila, que ainda lembra dos TED Talks mais assistidos até hoje, do agricultor Zé Cláudio Ribeiro, que antes de ser assassinado em 23 de maio, em Ipixúna, deixou seu testemunho em uma palestra do TED.

Nenhum comentário:

Postar um comentário